ATEAC - Instituto para Atividades, Terapias e Educação Assistida por Animais de Campinas
Twitter Facebook Flickr YouTube

Boris


Nome:

Boris

Raça:

Mistura de Golden Retriever

Trabalha:

Corsini

Idade:

6 anos



História de um gigante branco chamado: BORIS

Pela nossa experiência sabemos bem o que são os anjos de 4 patas, né? Pois eu posso garantir que o meu literalmente foi enviado por Deus, quando meus filhos (Victor e Camila) estavam com 14 anos, eu já possuía 02 cães: um pastor-alemão chamado Lion e um boxer chamado Mayllow, estávamos no mês de novembro e além da proximidade do natal era o ano de formatura de 8ª série dos meus filhos; que presente poderia marcar um período na adolescência tão importante? qual o melhor presente? Como mostrar nosso orgulho nesse momento? Bem nem preciso dizer que a Camila veio de mansinho e pediu: “Quero um cachorrinho.”

No 1º momento fui enfática: Nem pensar já temos 2!, mas Deus tem seus meios, eis que um belo domingo, estou no portão e vejo um lindo filhote branco e peludo na rua. Mais que rápido eu o chamei (mas não pensei em ficar com ele), coloquei água e ração pra ele pois imaginei estar perdido, nesse momento chegou a Camila que me abraçou mais que feliz agradecendo pelo presente, o cãozinho tão desejado!!!!

Tive que explicar que não era o que ela estava pensando, que provavelmente o cãozinho tinha um dono e o estava procurando, imaginem a tristeza, logo em seguida saimos perguntando na proximidade da minha casa se alguém conhecia o tal cãozinho, fizemos vários cartazes, colamos em vários lugares e ficamos à espera de que alguém aparecesse. O tempo foi passando o pequeno cão foi crescendo, e ficando!

Escolhemos um nome e realmente ele se transformou no melhor presente que todos poderíamos ter recebido, depois de tantas buscas hoje tenho a certeza que ele foi um presente enviado por Deus, ele é o meu anjo de 4 patas, não tem outra explicação, ninguém perderia um cãozinho tão lindo, ou pior… deixaria de procurar mas pra nossa felicidade isso aconteceu! Com o tempo meu boxer então com 10 anos, teve um ataque cardíaco e morreu dormindo calmo como sempre foi, passaram-se mais 2 anos e meu pastor alemão super protetor também descansou depois de um câncer, ficando nosso já gigante Boris para nos consolar, mas sua docilidade e ternura era muito para ser doados somente em nosso lar, percebíamos que ele tinha muito a dividir e ensinar, ele cativava crianças e pessoas em qualquer lugar onde íamos, o portão de nossa casa virou ponto de encontro de crianças e adultos para agradar nosso peludo branco, que retribuía a todos (diversas vezes nem conhecíamos quem estava lá, mas a pessoa já sabia até o nome do Boris).

Fomos percebendo que ele queria e podia mais, ele se transformava (era visível sua alegria) quando dividia sua luz, foi quando também por meios divinos conheci a ONG ATEAC, onde nos acolheram com o mesmo amor que tínhamos em nós, hoje posso dizer que estes encontros mudaram minha vida completamente, pois se antes éramos felizes, hoje além de receber bênçãos, aprendemos também a dividir amor e carinho, o Boris é um cão terapeuta já atuou na Adacamp e atua atualmente no Centro Corsini. Hoje entendo porque meu cão tinha tanta necessidade de dar amor. É PORQUE É DANDO QUE RECEBEMOS e isso ele sabe bem!!!! – BORIS O GIGANTE EM AMOR EM CUIDADOS, EM CARINHOS!

Eliana Perin