ATEAC - Instituto para Atividades, Terapias e Educação Assistida por Animais de Campinas
Twitter Facebook Flickr YouTube

Arthur


Nome:

Arthur

Raça:

Collie

Trabalha:

HC Unicamp

Idade:

9 anos


A história do Arthur é muito interessante, dá para escrever um livro.

Ele foi um cão de exposição muito premiado, tem vários títulos, seu falecido dono o tinha como um padreador do seu canil, único macho collie pêlo longo tricolor, até a chegada de outros 2 machos, mas até aí o Arthur foi pai de muitas ninhadas.

Com a fatalidadeda morte de seu antigo dono, ficou meio sem rumo, foi doado para outro canil de collie em Ibiúna, ficou um pequeno período, por motivo de ser um macho alfa brigava com os outros machos do canil e não pode ficar. Eu e meus amigos fomos buscá-lo para doar para um vizinho de chácara da minha mãe que se interessou pelo Arthur.

Infelizmente a pessoa que o adotou colocou-o na corrente sem cobertura e não o alimentava direito, nós ouviámos o uivos dele todos os dias, isso nos cortou o coração.

Um cão tão dócil como o Arthur não merecia sofrer desta forma, tive que pedir o cão de volta.

Começou uma nova maratona para adoção do Arthur, procurei nos meus contatos pessoas que poderiam cuidar bem dele, mas depois de mêses tentando sem conseguir um dono para o meu hóspede especial, não tive mais coragem de doá-lo, me apaixonei por sua personalidade dócil, amável e muito carismática.


No começo resisti pois já tinha 3 collies, 2 filhos do Arthur na chácara e uma fêmea em casa, mães dos meus filhotes, resumindo reuni toda a família, pais e filhos, hoje estou com 4 collies.

Meu desejo de participar da ONG ATEAC era antigo, iria participar com minha fêmea Pegg, mas percebi que o Arthur tinha mais perfil, por ser muito calmo e amoroso.

Hoje o destino nos levou para o HC, amamos fazer este trabalho, as crianças amam o Arthur e o Arthur ama as crianças. Fico realizada e feliz de saber como Deus faz as coisas, tudo certo na hora certa, e agradeço a ONG por ter nos dado o privilégio de fazer o bem aqueles que tanto necessitam, é gratificante este trabalho.

Melhor é dar do que receber, minha alma sai saciada de cada visita no hospital.

Arthur meu amado co-terapeuta do HC, te amo muito!

Alessandra Janconski